Uma empresa com um P/L alto, está necessariamente cara? Por que?

  • . . .
Faixa Preta Perguntado em em 7 de outubro de 2019
Ações.

Em regra, quanto menor o múltiplo, mais atrativa está a ação. Quando a empresa apresenta prejuízo no exercício, o P/L será negativo. Contudo não necessariamente uma ação com múltiplo negativo é um mau investimento. Deve se buscar as causas para o mau resultado da companhia.

em 9 de outubro de 2019.

Não, pois o múltiplo é estático e reflete a realidade de apenas um exercício. Embora possa estar com o P/L alto agora, ele pode apresentar crescimento em anos seguintes.

em 9 de outubro de 2019.

Não necessariamente, pois o P/L é apenas 1 indicador para avaliar uma empresa. Para estar “necessariamente cara” é interessante que se analisem além do P/L, outros indicadores, para definir se há uma tendência de crescimento, ou não.

em 9 de outubro de 2019.

Não. Uma análise estática do indicador P/L pode esconder um evento não recorrente, mascarando a realidade de longo prazo da empresa, por exemplo. Além disso, os potenciais diferenciais competitivos da empresa podem ficar de lado ao se analisar tal indicador de forma isolada. Quem segue essa estratégia muito provavelmente não teria lucrado muito com MGLU3.

em 9 de outubro de 2019.

A relação P/L, ou Preço da Ação/LPA, é um indicador, mas não o único. O fato do P/L estar alto pode indicar uma valorização da ação pelo mercado. Por outro lado, se estiver baixo pode indicar que o mercado está desprezando esta ação por algum motivo. É interessante determinar o preço alvo também. Pode indicar que o lucro está baixo, mas pode melhorar no futuro.

em 9 de outubro de 2019.
Adicionar Comentário
29 Resposta(s)
  • . . .

Um P/L alto não significa necessariamente que a ação da empresa está cara, pois devemos analisar outros fatores que demonstram o progresso da mesma, existem algumas stocks na bolsa de valores que estão com o preço muito maior do que seu valor intrínseco, isso se dá pela alta confiança de alguns investidores nessa ação, especulações e efeito manada. Portanto, para identificar se o P/L está realmente alto, devemos fazer uma análise de alguns dados fundamentalistas da empresa, como o Return on Equity (ROE), Valor Patrimonial, Fluxo de Caixa, Lucro, analisarmos os projetos que a mesma tem para o futuro, o quanto ela investe no seu crescimento e assim por diante. Existem empresas com P/L altíssimos mas que trazem um grande retorno por ação, pagam bons dividendos e estão constantemente tendo lucros cada vez maiores. Portanto, atrairá mais investidores pela segurança que essa trás para os mesmos, isso torna o Preço/Lucro alto.

Aprendiz Respondido em 9 de outubro de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Não. Porque o múltiplo só reflete a realidade de um exercício. Uma empresa pode apresentar P/L alto em determinado exercício, contudo ela pode apresentar um forte crescimento no seu mercado, fazendo com que o P/L seja reduzido nos anos seguintes. Talvez um múltiplo mais interessante para avaliar se a empresa está cara seria o PEG ratio que pode ser se chamado de P/L ao crescimento do lucro por ação (LPA). Determina o valor da ação considerando o crescimento do lucro.

PEG Ratio = P/L / Crescimento do Lucro Por Ação

Suponha que o LPA da empresa SunoXZY este ano seja de 1,50

Ano passado o LPA da mesma empresa foi de 0,90

Teremos a taxa de crescimento do LPA de 66.6%

LPA=(1,50/0,90)-1

Digamos que o P/L da mesma esteja em 30

PEG Ratio = 30 / 0,667

PEG Ratio = 45 x

De modo geral, um PEG ratio baixo, assim como um P/L baixo é mais atraente. Contudo você deve comparar o PEG ratio de outras empresa do Setor.

Digamos que a outra empresa do mesmo setor, a Vampiricus SA esteja com um P/L = 5 e um PEG Ratio de 60x

Se comparamos somente pelo P/L a Vampiricus seria mais interessante para o investidor, contudo a SunoXYZ não tem uma taxa de crescimento do lucro por ação alta para justificar seu P/L, significa que ela está negociando suas ações com desconto para sua taxa de crescimento. Ou seja, quanto menor o PEG ratio, melhor é o valor da ação em relação ao seu preço.

Já dizia Warren Buffet “preço é o que se paga, valor é o que se leva”

 

 

 

Aprendiz Respondido em 9 de outubro de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Não necessariamente, pois o valor de mercado atual pode refletir uma espectativa dos investidores no lucro futuro da empresa, assim deixando o múltiplo P/L elevado.  Se essa empresa corresponder ou superar as expectativas não está cara.

Aprendiz Respondido em 9 de outubro de 2019.

*expectativa no resultado futuro…*

em 9 de outubro de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Uma empresa com P/L alto não está necessariamente cara pois pode indicar expectativa de crescimento, valorizando futuramente a ação de forma a compensar o valor investido

Aprendiz Respondido em 9 de outubro de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Não. Pois P/L deve ser analisado levando em conta outras considerações, como eventos não recorrentes, comparação com o setor e potencial de crescimento do lucro.

Aprendiz Respondido em 9 de outubro de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Não. Um p/l alto não signifca que ação está cara, deve se olhar outros fatores e indicadores, um P/L alto pode signifcar que o mercado está otimista com a empresa no futuro. Em epocas de jurús baixo também é normal um p/l mais elevado.

Aprendiz Respondido em 9 de outubro de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Não necessariamente, visto que uma especulação pode derrubar o preço da ação, assim também como a oferta x demanda.

Aprendiz Respondido em 9 de outubro de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Entendo que P/L seja um dos indicadores a serem avaliados, mas acho arriscado avaliar se esta cara ou barato através de um único indicador e além disso, ao meu ver devemos avaliar o histórico desse indicador para saber se o mesmo se encontra numa margem atrativa ou não. Sendo assim, uma empresa com P/L “alto”, maior que 15, não esta necessariamente cara, devemos avaliar um conjunto de indicadores antes de afirmar algo do tipo.
Aprendiz Respondido em 9 de outubro de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Não. Pois se no histórico estiver sempre nesse patamar, então esse é o preço que o mercado historicamente paga por este ativo.

Aprendiz Respondido em 9 de outubro de 2019.
Adicionar Comentário

Sua resposta