Para alguém que trabalho com direito do mercado capitais, você acredita que exista alguma certificação financeira que possa representar um diferencial no currículo?

  • . . .
Aprendiz Perguntado em em 5 de dezembro de 2019
Estratégias.
Adicionar Comentário
1 Resposta(s)
  • . . .

Olá Isabela, tudo bem?

Bom, existe uma área específica na qual você esteja atuando ou tenha interesse em atuar?

As certificações são focadas em áreas específicas. Por isso, é importante você avaliar se alguma das relacionadas abaixo se aproxima da área em que você atua hoje:

  1. CPA – 10: destinada a quem quer atuar na distribuição de produtos de investimento em agências bancárias ou plataformas de atendimento;
  2. CPA – 20: além de atuar na prospecção e venda de produtos de investimento com investidores, ainda lhe permite atuar na manutenção da carteira de investimentos de clientes Pessoa Física ou Jurídica nos segmentos de alta renda, private, corporate e investidores institucionais (contempla atividades do CPA-10);
  3. CEA: voltado para quem quer assessorar os gerentes de contas de investidores PF em investimento, podendo indicar, assim, produtos de investimentos de diversas naturezas. CEA > CPA-20 > CPA-10;
  4. CGA: objetiva certificar os profissionais que fazem gestão de recursos de terceiros de veículos de investimentos. Isso inclui aqueles que atuam na gestão de recursos de terceiros e que têm alçada/poder de compra e de venda dos ativos financeiros das carteiras destes veículos;
  5. CFP: importante para quem almeja exercer atribuições atinentes ao planejamento financeiro. Capacita o profissional para organizar melhor as finanças pessoais dos clientes, observando objetivos, perfil e restrições do investidor (abrange desde o planejamento financeiro pessoal até o planejamento sucessório). É obrigatória para quem deseja atuar em Private Banking;
  6. Ancord: destinada a quem quer atuar como Agente Autônomo de Investimentos, aquele profissional que atua, geralmente, em corretoras, e é responsável por intermediar operações no mercado (atua na prospecção e captação de clientes etc);
  7. CNPI: obrigatória para quem quer atuar como Analista de Valores Mobiliários.

Além disso, temos a certificação ligada a Relações com Investidores, a CPRI (http://www.cpri.com.br/ )

 

 

Investidor Respondido em 5 de dezembro de 2019.
Adicionar Comentário

Sua resposta