No Relatório Suno Valor #145, sobre o BTG Pactual. ROE e ROAE anualizado?

  • . . .

Neste relatório fala sobre a “rentabilidade” ou “retorno sobre patrimônio líquido” e logo penso em ROE. Mas na verdade refere-se ao ROAE, que tudo bem, acabei entendendo sobre ele, mas aí que fica uma dúvida.

Ele é feito de modo anualizado, que segunda a empresa, multiplica o ROE por 4. Seria o (Lucro Líquido x 4) / (Patrimônio Líquido). Isso faz com que o resultado seja realmente muito bom. Queria saber se isso seria algum tipo de estratégia da empresa de “maquiar” seus resultados e fazer parecer que são algo bem melhor, afinal de contas vejo muita gente falando sobre resultados das empresas e tratando ROAE quase da mesma maneira que o ROE.

Estou aprendendo ainda sobre o assunto e me surgiu esta dúvida. O próprio relatório da Suno trata isso como sendo a rentabilidade da empresa. Nos DFPs da BTG, salvo engano, ROE nem é citado, mas o ROAE que é 4x maior, aparece muito. Aí vejo alguns Youtubers falando sobre os resultados da empresa e tratando isso quase como se fosse um ROE. Queria entender melhor sobre isso.

Aprendiz Perguntado em em 31 de julho de 2020
Ações.
Adicionar Comentário
1 Resposta(s)
  • . . .

O que você precisa ver é a variação do patrimônio líquido no ano. Sendo muito pequena, ROE e ROAE terão (quase) o mesmo valor – ou seja, os dois vão apresentar a rentabilidade.

Não vejo problema de comparar ROE e ROAE entre empresas do mesmo setor, desde que essa premissa inicial da variação do patrimônio seja respeitada.

O termo “maquiar” me remete a algo ilegal, o que não é o caso. Simplesmente a empresa opta por mostrar o que é melhor para ela.

Investidor Respondido em 4 de agosto de 2020.
Adicionar Comentário
  • Perguntas relacionadas

  • Disclaimer

    As respostas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Suno Research. Caso encontre algo que viole os nossos termos de uso, denuncie.

  • Sua resposta