João, o que você acha de Fundos de Inflação?

3 Resposta(s)
  • . . .

Oi Vitor,

Eu vejo os fundos de inflação como válidos para quem deseja ter um retorno maior que as operações pós fixadas mas não tem “estômago” para a volatilidade de ações e FIIs. Estes fundos em média hoje entregam um retorno ao redor de inflação +3,5%, o que é maior que os fundos de liquidez mas muito abaixo do potencial das ações e fundos imobiliários.

Como não me importo com a oscilação de curto prazo das ações e FIIs, não invisto neste tipo de aplicação. Minha carteira é composta por ações, FIIs e fundos de liquidez, nesta ordem de relevância.

Experiente Respondido em 30 de janeiro de 2020.
Adicionar Comentário
  • . . .

Importante ressaltar que títulos públicos atrelados a inflação cobram a taxa de custódia do tesouro direto e incidem imposto de renda. Em alguns fundos de inflação (debêntures incentivadas) há a isenção de imposto de renda.

Por último, caso seja seu objetivo se proteger da inflação no longo prazo as ações inclusive são uma ótima proteção à inflação dado o seu excelente retorno real.

Experiente Respondido em 30 de janeiro de 2020.
Adicionar Comentário
  • . . .

Não sou o João, mas se você pretende se proteger da inflação, compra títulos públicos atrelados à inflação. Assim, não pagará taxas de adm e performance. Ou investe em FIIs de papel cuja carteira esteja prioritariamente atrelada a CRIS cuja benchmark seja a inflação. Tendem a ser opções melhores.
Investidor Respondido em 30 de janeiro de 2020.
Adicionar Comentário

Sua resposta