Fundos de papéis não corrigem a inflação?

  • . . .

Mestre Baroni,

A gente ouve falar bastante que fundos de papéis têm que ser alimentados na carteira constantemente pra não perder valor pois não corrige com a inflação, já os fundos de tijolo pagam menos por mês, porém corrigem com a inflação. Esta correto isso?

Experiente Perguntado em em 6 de março de 2018
Fundos de Investimento.
Adicionar Comentário
5 Resposta(s)
  • . . .

Melhor resposta

Os rendimentos dos fundos de papel (juros real + inflação) serão praticamente  distribuídos no decorrer do tempo. Ou seja, daqui a uns 10 anos, você terá o mesmo principal que tem hoje trabalhando para você e provavelmente te renderá um valor real (descontado inflação) menor que hoje.

Exemplo:

tem um IPO hoje e você comprou uma cota a R$ 100,00

os juros reais e inflação hoje te permitiram ter um rendimento de R$ 5,00. Este será distribuído. Restando no fundo os mesmo R$ 100,00

Esses R$ 100,00 estarão no fundo daqui a 10 anos, porem não terão o mesmo poder de compra que hoje, e renderão o equivalente ao juros reais e inflação da época. Porém ele não te gerará o crescimento real  de dividendos. Daqui a 10 anos se os juros estiverem o mesmo você receberá os mesmo R$5,00, que no futuro irão comprar menos que hoje.

Já no de tijolo, o que irá te gerar ou não manutenção do seu poder de compra do rendimento, é a demanda pelo seu tijolo, que será dada pela localização, qualidade do tijolo, mercado imobiliário a época de análise.

Experiente Respondido em 6 de março de 2018.
Adicionar Comentário
  • . . .

A maioria dos fundos de papéis distribuem o total dos rendimentos, e isso inclui o principal.

Como os títulos que aplicam são remunerados em IGPM + alguma taxa ou IPCA + alguma taxa, o que acontece quando distribuem os rendimentos desta aplicação?

Estão distribuindo parte da correção de inflação do principal como ganhos.

Minha recomendação é, portanto, que o investidor reaplique pelo menos a parte da inflação para que não perca poder de compra ao longo do tempo.

Faixa Preta Respondido em 6 de março de 2018.
Adicionar Comentário
  • . . .

Então reinvestindo os ganhos mensais a carteira praticamente não sofrerá. O que vai acontecer é comprando outros Fundos essa correção da inflação existirá na carteira como um todo e não naquele Fundo de papel, confere?

A mágica é reinvestir sempre, se receber os mensais dos fundos de papéis e gastar, aí o patrimônio encolhe.

Experiente Respondido em 7 de março de 2018.

Sim, o reinvestimento é uma das bases para qualquer investimento de longo prazo

em 7 de março de 2018.
Adicionar Comentário
  • . . .

Acho que as respostas já foram satisfatórias, mas quero procurar sintetizar de uma outra forma

Você enriquece em FII de Papel comprando mais cotas e não pela valorização em si.

E você compra mais cotas reinvestido ao menos o que representa a parte da inflação.

O cupom pode ser usado para suas despesas, mas procure ser conservador, portanto, controlar despesas é tão importante quanto acumular patrimônio.

Voltando aos papéis. Muita gente de mercado fala que FII de papel vai a zero com tempo. É uma premissa que discordo, porque via de regra, estes fundos fazem ofertas follow on, mantendo então a capacidade de securitizacao.

Faixa Preta Respondido em 7 de março de 2018.

Bem pensado!

E nessas ofertas follow-on podem ser usadas o dinheiro distribuído em que não incidiu impostos! Fazendo os FII fiscalmente maravilhosos!

em 7 de março de 2018.
Adicionar Comentário
  • . . .

Nunca é demais comentar mais coisas Mestre Baroni.  O que vejo de interessante é que os rendimentos podem ser usados sempre naquilo que está melhor no momento. Quando FEXC11 caiu pra 92 eu peguei alguns rendimentos e aumentei posição e hoje estou contente com esta decisão.

Sempre que há novas emissões, não perco os que me são ofertados para aumentar posição. Esta mágica do reinvestimento é muito boa, mesmo que eu não aporte dinheiro novo em um mês, sempre tenho dinheiro, que vem dos rendimentos., para comprar ativos novos.

Experiente Respondido em 7 de março de 2018.
Adicionar Comentário

Sua resposta