Felipe Tadewald, FIIs são bons para quem está construindo patrimônio ou melhor concentrar em ações?

  • . . .

Ja que são ativos que não crescem e pagam tudo em rendimentos, não seria melhor primeiro enriquecer com ações e depois ter fiis?

Aprendiz Perguntado em em 1 de agosto de 2018
Aposentadoria.
Adicionar Comentário
1 Resposta(s)
  • . . .

Olá Guilherme, tudo bem?

Sem dúvidas os Fundos Imobiliários são bons para construção de patrimônio e obtenção de rentabilidade, já que a distribuição de rendimentos mensais e constantes, permite ao investidor realizar reinvestimentos com recorrência, possibilitando o efeito dos juros compostos.

Além disso, como os imóveis e terrenos tendem a se valorizar no longo prazo, a tendência é que ocorra uma valorização das cotas no longo prazo, e como a economia também tende a crescer, junto de uma procura maior por espaços logísticos e escritórios, por exemplo, os valores dos aluguéis também apresentam uma tendência de crescimento no longo prazo, fazendo com que os fundos paguem dividendos maiores e crescentes.

Outro ponto interessante é que os FIIs possuem uma estrutura pouco onerosa, ao contrário de empresas, que geralmente possuem muitos funcionários, despesas administrativas e elevada necessidade de capital, o que faz com que os fundos imobiliários apresentem uma grande geração de caixa ao investidor, e pouco desse dinheiro se “perca” no caminho.

Vale destacar que até aqui, historicamente, apesar de ser um histórico ainda pequeno, o IFIX apresentou uma performance bastante superior que a do Ibovespa. Isso é uma garantia de que essa performance permanecerá assim? Não. Mas é sem dúvidas um indicativo de que os Fundos Imobiliários são instrumentos rentáveis e interessantes numa carteira de longo prazo.

 

Faixa Preta Respondido em 1 de agosto de 2018.
Adicionar Comentário
  • Perguntas relacionadas

  • Disclaimer

    As respostas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Suno Research. Caso encontre algo que viole os nossos termos de uso, denuncie.

  • Sua resposta