Boa tarde, gostaria de saber se existem preocupação por parte da empresa de que a normalização dos preços da celulose demore mais do que o previsto? Ou consideram que a despeito disso a empresa continua bem posicionada?

  • . . .
Respondido
Aprendiz Perguntado em em 6 de novembro de 2019
Ações.
Adicionar Comentário
1 Resposta(s)
  • . . .

Melhor resposta
Olá, boa tarde. 
O momento da celulose é bastante desafiador e os preços consequentemente apresentaram tendência negativa nos últimos meses. O acompanhamento do preço da celulose ocorre toda terça feira pela manhã, e no report de ontem estava em USD 458,59 para celulose de fibra curta na China. Existem incertezas quanto à demanda global de celulose e, nesse momento, o estoque na mão dos produtores de celulose está acima da média histórica. 
Esse é um ponto de atenção no curto prazo, tendo em vista que uma parte relevante do faturamento da Klabin refere-se ao negócio de celulose.
Porém, vale lembrar que  de 1,5 milhão de ton de capacidade, a Klabin possui 400 milhões de tons em capacidade de fibra longa e fluff. O fluff, celulose utilizada principalmente na fabricação de fraldas, possui maior estabilidade de preços. Como temos uma flexibilidade em portfolio de produtos, e focamos em mercados mais rentáveis (por limitação de tamanho, existem concorrentes com mais capacidade), possivelmente sofreremos menos essa queda de preços. Vale lembrar que o custo caixa de produção da Klabin está entre os melhores do mundo, se não for o melhor, e portanto atenua o efeito da queda de preços. Mesmo com os preços em baixa, somos bastante competitivos.
Indas e vindas no curto prazo são parte do jogo em um negócio de commodity. Porém, isso não muda nossa visão construtiva para celulose no médio/longo prazo. A demanda deve ser crescente nos próximos anos e existe a limitação de acesso a áreas florestais competitivas para instalação de novos projetos. 
Investidor Respondido em 6 de novembro de 2019.
Adicionar Comentário
  • Perguntas relacionadas

  • Disclaimer

    As respostas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Suno Research. Caso encontre algo que viole os nossos termos de uso, denuncie.

  • Sua resposta