Boa noite, tenho uma carteira diversificada entre ações, f. de invest. e renda fixa que rendeu 13% a.a. Como separar o que eu invisto para viver de renda na aposentadoria futura e o valor que eu guardo para um objetivo futuro sendo que estão juntos?

  • . . .
Investidor Perguntado em em 16 de março de 2019
Aposentadoria.
Adicionar Comentário
6 Resposta(s)
  • . . .

Valeu garoto! Boa ideia!

Investidor Respondido em 20 de março de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Depende do tempo restante para seu objetivo. Caso seu objetivo seja para daqui cinco anos ou menos, seria mais interessante e mais seguro deixar em investimentos de renda fixa como: CDB, tesouro ou algum fundo de RF. Agora caso seu objetivo fique entre 5 e 10 anos você pode dividir entre RF e RV procurando manter uma exposição maior a RF.  Se passar de 10 anos você pode aumentar a exposição a RV.

Só lembrando que essa é minha opinião pessoal e seriá o que eu iria fazer se estivesse em seu lugar, porém você deve analisar sua situação, seus objetivos e definir uma estratégia que esteja de acordo com seu modo de investir, nem todos por exemplo teriam estomago para deixar um dinheiro com data predeterminada para saque em RV, até porque o mais recomendável para RV é colocar o dinheiro que você “não vai precisar”.

 

Espero ter ajudado. Sucesso nos investimentos!

Experiente Respondido em 18 de março de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Primeiramente obrigado pela resposta, mas vamos lá… Vou tentar detalhar um pouco mais.

Supondo que o objetivo secundário  seja comprar um imóvel daqui 15 anos e o primário é garantir uma renda para aposentadoria. Digo primário porque desde mais novo já investia para viver de renda e para o imóvel faz apenas 2 anos por exemplo.

A dúvida é, se o dinheiro investido estará junto na corretora, como vou saber no futuro qual dinheiro é para tal objetivo? Como separa-los no futuro de forma que o dinheiro que eu estava juntando para o imóvel não atrapalhe ou interfira nos rendimentos para viver de renda?

Meu medo é pegar o dinheiro do imóvel por exemplo e estar tirando da parte que eu junto há anos para aposentadoria…

 

obrigado

Investidor Respondido em 18 de março de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Com seus aportes, eu separaria em uma planilha. Exemplo:

Invisto R$1000,00 no mês, 600 para aposentadoria, 400 para o imóvel. Anoto:

Depois de um mês, tenho, i.e. R$1012,24. Na minha planilha  coloco: rendimento do mês: 1,12%

Como coloquei 60% do aporte para aposentadoria e 40%, então 60% dos rendimentos (R$7,34) é para aposentadoria, e o restante (R$4,90) do imóvel.

Aí manteria controle certinho dos aportes. Supondo que no segundo mês repito o aporte anterior: 600 para aposentadoria, 400 para o imóvel:

Data                     |   Montante      |      Juros    |   Aposentadoria     |     Imóvel      |   Aporte

Março/2019  |     1000,00        |        —           |          600,00               |     400 ,00    |  1000,00

Abril/2019       |     2012,24        |     1,12%   |         1207,34             |     804,90     |  1000,00

 

E assim por diante. Aí nesse dinheiro, voce tem a noção do quanto tem no geral e quanto tem para cada objetivo. Se o montante depender de várias ações monitoradas individualmente, eu colocaria a tabela acima separadamente, pegando o somatório dos valores como montante. Meio que um dashboardzinho de objetivos/sonhos, sabe?

 

Espero ter ajudado

Aprendiz Respondido em 20 de março de 2019.

fiz uma confusãozinha ali com os valores do rendimento, comecei a falar de 1,24% de rendimento e acabei falando de 1,12%. Tentei editar e não consegui hehe
Ignore os detalhes, o importante é entender o raciocínio!

Abraços e sucesso!

em 20 de março de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Ok!! Valeu

Investidor Respondido em 27 de março de 2019.
Adicionar Comentário
  • . . .

Osvaldo….Uma dica e experiência pessoal….

Primeiro…hj considero investimento  apenas o  que me gera renda passiva….ou seja recebimento de dividendos, renda ou cupom de juros.
Então venho fugindo de fundos de investimentos (ações , RF, Multimercado…) devido aos seus custos, planejamento tributário engessado  e ganhos somente com o resgate das cotas.   A exceção são um pequena reserva de emergência em fundo DI…nada mais que isto!

Como eu separaria meus investimentos?

Aposentadoria:  Fundos Imobiliários – FII e ações pagadoras de dividendos.  

Como acompanhar estes investimentos?

Não dê atenção as oscilações de mercado. Simplesmente compre sempre que estiver com o preço menor que seu valor justo e reinvista sempre os dividendos e rendimentos recebido. Acompanhe pela renda gerada mês a mês ….Se a cada mês com novos aportes e reinvestimentos dos dividendos recebidos sua renda passiva estiver crescendo, está no caminho certo… Eu sempre calculo uma média mensal como o  total recebido nos 12 últimos meses.

Compra do Imóvel

Neste caso …A primeira pergunta que faço é – Vale a pena comprar um imóvel???? Muitas vzs a rentabilidade recebida  com uma boa aplicação do valor de um imóvel  …cobre com folga uma aluguel de imóvel equivalente.    O mercado cobra de aluguel em média 0,5% do valor do imóvel.

A compra de um imóvel  pode ser interessante caso vc seja empregado celetista e tenha valores acumulados de FGTS…Neste caso o objetivo é dar maior utilidade/ produtividade  aos valores da sua conta vinculada. E não se esqueça dos custos da compra de um imóvel…

Investimentos que geram mais valor no tempo seria o mais indicado: ações com potencial de valorização na realização do ganho de capital….ou mesmo FII… O importante é vc ter um investimento indexado  a variação de preço de imóveis …para no prazo certo ter o valor real garantido na compra de seu patrimônio.

ABraços

Investidor Respondido em 18 de abril de 2019.
Adicionar Comentário
  • Perguntas relacionadas

  • Disclaimer

    As respostas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Suno Research. Caso encontre algo que viole os nossos termos de uso, denuncie.

  • Sua resposta