RE: Venda de ativos caros para compra de ativos baratos

. . .

Respondidas

A ideia principal de uma carteira previdenciaria seria o buy and hold, ou seja, nao vender os ativos sem necessidade, apenas quando as empresas apresentarem sinais de problemas fundamentalistas. Porem seguindo a carteira de dividendos, digamos que em 2 anos, temos a situacao onde o valor de um dos ativos comprados tenha se valorizado 500%  desde sua indicacao, e o valor de um outro ativo comprado tenha tido uma desvalorizacao de 40%. Ambos os ativos sao otimos pagadores de dividendos e seus fundamentos nao mudaram, apenas tiveram oscilacoes naturais do mercado. Nesse caso, nao valeria a pena vender o ativo que teve a valorizacao e comprar mais do ativo que deve a desvalorizacao, tendo assim mais posicoes e ganhando mais dividendos da mesma?

zenker Aprendiz Perguntado em em 12 de julho de 2018 Ações.
Adicionar Comentário
1 Respostas
  • . . .

Melhor resposta

O que importa não é a valorização passada, mas a expectativa de valorização futura.

Você precisa avaliar o valor intrínseco desse negócio. Se aumentou mais de 500%, a ação ainda está barata.

Peter Lynch chama essa abordagem de vender posições vencedoras e comprar perdedoras de “cortar as rosas e plantar ervas daninhas”.

 

Faixa Preta Respondido em 13 de julho de 2018.
Adicionar Comentário

Sua Resposta

Ao postar sua resposta, você concorda com a política de privacidade e ostermos do serviço.